Postagens

[Blogue do Sobrinho] Um grande salto para a humanidade?

Imagem
Talvez você já tenha ouvido a frase: “...um pequeno passo para um homem, um grande salto para humanidade”. Se não ouviu, pode ouvir aqui a fala atribuída a Neil Armstrong ao dar seu primeiro passo na Lua (o áudio está em inglês: “...one small step for a man, one giant leap for mankind.”). Em julho de 1969 algo em torno de 650 milhões de pessoas assistiram pela TV a “chegada do homem a Lua”, acontecimento que é resultado do esforço estadunidense em atingir este que foi um dos objetivos definidos como meta nacional em 1961 pelo então presidente dos Estados Unidos John F. Kennedy. A Apollo 11 foi a primeira, dentre as muitas missões realizadas como parte do programa Apollo, que conseguiu atingir o ambicioso sonho do governo dos EUA de “levar o homem a Lua”. Lançada em 16 de julho de 1969 de Cape Kennedy e tripulada por: Neil Armstrong, Michael Collins e Edwin “Buzz” Aldrin, a Apollo 11 tinha como objetivos a exploração científica da lua, a instalação de uma câmera de TV para transmitir s…

[Blogue do João] O lugar dos remédios

Imagem
É quase impossível não ter uma caixinha de remédios, seja para dor de cabeça ou para cólica, dentro de casa. Em algumas casas, é possível notar até uma caixa cheia de medicamentos para infinitas doenças.

A produção industrial de novos medicamentos – moléculas biologicamente ativas incorporadas em produtos – tornou possível que qualquer cidadão pudesse tomar o remédio na hora que quisesse para combater uma dor de cabeça ou algo mais sério, como uma infecção.

O uso recorrente de medicamentos para tratar as doenças fez com que um lugar na casa de cada um fosse destinado aos remédios! Atire a primeira pedra quem nunca viu uma caixinha cheia de remédios dentro da casa de algum parente ou da própria!

A pergunta é: o lugar em que se guarda os medicamentos é o correto?

Pode parecer bastante besteira, afinal, que diferença faria guardar o medicamento na cozinha ou no banheiro se o que importa é toma-lo todo dia às 8h da manhã, por exemplo?

Por incrível que pareça, a diferença é total.

Os medicament…

[Chute do Nobel T1E13]

Imagem
Os cientistas Michael Shepard, Dennis Slamon e Axel Ullrich foram responsáveis por inventarem o Herceptin® (tratuzumabe), o primeiro anticorpo monoclonal que bloqueia a proteína HER2 (receptor do tipo 2 do fator de crescimento epidérmico humano). Engana-se quem pensa que esse agente anticâncer seja mais um tratamento ineficaz. O Herceptin® é indicado para o tratamento de pacientes com câncer de mama metastático (ou seja, já espalhado pelo corpo), inicial ou câncer de estômago avançado que apresentam tumores com mais HER2 do que o normal, ou seja, pacientes HER2 positivos (HER2+). Em níveis normais, essa proteína exerce um papel importante no crescimento e desenvolvimento das células epiteliais. O tecido mamário é composto por células epiteliais. Na década de 70, os cientistas descobriram que a desregulação da atividade dos genes pode desencadear câncer. Um proto-oncogene é um gene normal que se torna um oncogene (ou seja, causador de um tumor) devido a uma mutação ou ao aumento da su…

[Chute do Nobel T1E12]

Imagem
O câncer de mama é a segunda principal causa de morte no mundo, responsável por 9,6 milhões delas apenas em 2018. A nível global, uma em cada seis mortes são relacionadas à doença. Em 2019, foram estimados 59.700 casos novos só no Brasil. Aproximadamente 70 % das mortes por câncer ocorrem em países de baixa e média renda, segundo a OPAS (Organização Pan-Americana de Saúde) e a OMS (Organização Mundial de Saúde).

Para diagnosticar o câncer de mama é preciso observar primeiramente em qual estágio se encontra a doença, assim como as características do tumor. Quando a doença é diagnosticada no início, o tratamento tem maior potencial curativo. Quando há evidências de metástases (espalhamento do tumor), o tratamento tem por objetivos principais prolongar a sobrevida e melhorar a qualidade de vida do paciente. O uso da terapia local como cirurgias e radioterapia é a principal escolha de tratamento entre os estágios I e II, seguido de quimioterapia, hormônio-terapia com uso de anticorpos mo…

[Chute do Nobel T1E11]

Imagem
Os pesquisadores Max D. Cooper e Jacques Miller serão os prováveis ganhadores do prêmio Nobel de 2019 devido à descoberta de um novo tipo de linfócitos que confere um importante papel no sistema imunológico – conjunto de elementos existente no corpo humano com a finalidade de proteger o organismo contra doenças.

Cooper formou-se em medicina e fez residência em pediatria na Universidade de Medicina de Tulan, nos Estados Unidos. Atualmente é professor do Departamento de Patologia e do Laboratório de Medicina da Universidade de Medicina de Emory. Sua linha de pesquisa é voltada para o estudo dos anticorpos monoclonais e para o diagnóstico e terapia de doenças infecciosas e neoplasias linfoides.

Miller estudou medicina na Universidade de Sydney, Austrália. Realizou sua residência médica no Hospital Alfred Prince finalizando sua formação na Inglaterra, Londres. Atualmente é o chefe do Departamento de Patologia Experimental do Instituto de Medicina de Walter e Eliza, além de ter participad…

[Chute do Nobel T1E10]

Imagem
Prêmio Nobel é uma das premiações mais famosas do mundo, que todos os anos contemplam pessoas que realizaram pesquisas em áreas como medicina, química, física, literatura, paz e economia afim de contribuir para a qualidade de vida do ser humano e sua relação com o ambiente.

O prêmio Nobel foi criado por Alfred Nobel, o mesmo inventor da dinamite. Após sentir culpa ao ver sua invenção ser usada para fins bélicos dizimando milhões de pessoas, Alfred propôs a criação de premiações que contemplassem futuramente aqueles que fizessem o bem para humanidade. Uma outra premiação chamada de prêmio Albert Lasker de pesquisa médica básica, que precede ao prêmio Nobel, é uma importante referência para os possíveis trabalhos que serão indicados ao prêmio Nobel. No ano de 2019, Max D. Cooper e Jacques Miller ganharam o prêmio Albert Lasker de pesquisa médica básica por identificar duas classes distintas de linfócitos, células T e B.

Max Dale Cooper nasceu em 31 de agosto de 1933 em Mississippi e é …

[Chute do Nobel T1E9] And Nobel goes to...

Imagem
As vezes o louro de uma grande descoberta não se dá exatamente por quem fez o achado, mas sim, por quem melhor soube utilizar este achado. Em vista disso começo falando do Sistema CRISPR/Cas, (Clustered Regularly-Interspaced Short Palindromic Repeats ou em tradução literal Repetições Palindrômicas Curtas Agrupadas e Regularmente Interespaçadas) que nada mais é do que um sistema de defesa de bactérias, uma forma de evitar a infecção por vírus em determinados tipos de bactérias que atualmente deu origem a terapia gênica, na qual o Dr. Feng Zhang (China, 1981), professor de Engenharia Biológica do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, tanto se dedica.
Descoberto por Ishino (1987), Mojica (1993) e van Soolingen (1993) ao pesquisarem mecanismo de defesa de bactérias contra invasão de vírus e DNA, o sistema CRISPR é acionado quando há infecção viral na bactéria, assim, esta reconhece o DNA estranho e a enzima Cas (Crispr-Associated) cortam partes do material genético e o introduzem em u…