terça-feira, 8 de março de 2016

O melhor amigo do homem


Sabe quando você está triste, chega em casa e seu cachorro parece tentar te alegrar, abanando o rabo, latindo para chamar sua atenção, ou quando você está nervoso e seu cão se afasta, parecendo saber que não é um bom momento para brincadeiras. Parece que eles sabem que estamos sentindo, né? Pois é, eles realmente sabem. Os cães são capazes de reconhecer nossas expressões faciais de acordo com nosso estado emocional e reagem de maneira adequada. Mas parece que essa interação cão e homem vai um pouco mais além.

Em um trabalho recente, pesquisadores mostraram que os cães não apenas reconhecem expressões faciais, mas também sons emitidos por humanos. Os cães foram colocados frente a expressões faciais humanas com seu respectivo som e foi analisado a resposta do cão. Foi possível verificar que os cães tiveram mais respostas correspondentes aos estímulos quando a expressão facial era acompanhada com o seu som em comparação com a apenas a expressão facial. Em outra etapa, os pesquisadores realizaram processo semelhante, mas agora com expressões e sons de outros cães e viram que as respostas a esses estímulos eram consideravelmente mais correlatas.

O fato dos cães reconhecerem sons e expressões de seu semelhante é até esperado, mas porque os cães reconhecem também os humanos?

Esse reconhecimento dos cães pode ser explicado pela evolução de cada espécie. O cão é o melhor amigo do homem a muito tempo, de forma que a formação de grupos mistos dos ancestrais do cão e do homem já foram documentadas. Nesses tempos, em que sobreviver era uma tarefa complicada, essa relação cão e homem era benéfica para ambos. A manutenção dessa relação permitia vantagens na busca por alimento e na proteção contra predadores, entre outras. Com isso, os grupos selecionados pela evolução foram aqueles que os ancestrais do cão e do homem eram capazes de reconhecer as emoções uns dos outros pelas expressões faciais e sons e assim adequar as ações com o objetivo de promover a manutenção dessa relação e dos benefícios que ela proporcionava. A capacidade dos cães responderem mais a estímulos de outros cães em comparação com ao homem é explicável por um possível maior refinamento do reconhecimento que evoluiu dentro da espécie.

Além de saber que seu cãozinho te "entende" essa pesquisa tem a importância por mostrar uma possível capacidade de cognição dos cães fora da sua espécie. Isso significa que os cães poderiam ter a capacidade de adquirir informações se utilizando de diversas formas de obtenção, seja por associação, visualização, audição, entre outros, e tudo isso em relação a uma outra espécie, os humanos. Essa observação é importante, pois esse tipo de cognição somente foi vista até hoje em humanos. Dessa forma, esses dados podem ajudar a entender como evoluiu a capacidade de comunicação social.

Estudos como este, que evidenciam a capacidade dos cães reconhecerem emoções humanas, mostram uma estreita relação ao longo da evolução e fazem cada vez mais justiça ao título dos cães como de melhor amigo do homem.

Referência

ALBUQUERQUE, N. et al. Dogs recognize dog and human emotions. Biology Letters v.12, n. 1, p. 20150883 2016.

Um comentário: